Nísia Floresta em Cordel

Atualizado: Jun 15



Prêmio Literário ressalta a memória e história da escritora.


Apesar da importância histórica e literária de Nísia Floresta, a autora ainda continua desconhecida por uma grande parcela da população. Esse fato tem sido explicado pelo aspecto da escritora ter vivido grande parte da sua vida no exterior.


Mas estudo aprofundados sobre o tema ressaltam que essa pouca difusão da autora se deve ao silêncio imposto à voz das mulheres, principalmente à Nísia, que numa época de poucas liberdades ousou contestar a dominação histórica do sistema patriarcado. Soma-se a isso o descuido com a memória nacional e a ausência de políticas públicas que reparem essa dívida histórica.


Em 2020 completa 210 anos do nascimento da escritora. O Museu Nísia Floresta e o Centro de Documentação e Comunicação Popular, instituição responsável pelo museu, lançam o Prêmio Nísia Floresta de Literatura.


O Prêmio de abrangência nacional, convoca os poetas populares do Brasil a mergulharem no universo da vida e obra da escritora que é considerada a primeira feminista da América Latina. Além de homenagear Nísia Floresta, o prêmio tem o propósito de estimular a produção e difusão da literatura de cordel, como patrimônio imaterial brasileiro.


A iniciativa vai premiar os três melhores trabalhos que serão selecionados por uma comissão julgadora formada por especialistas em literatura de cordel e no estudo da autora; além de publicar um livro com 20 trabalhos selecionados. O Prêmio é parte das ações do III Literário Nísia Floresta.

1,662 visualizações17 comentários

© 2023 por MP Comunicação